Fazendo a declaração do Imposto de Renda, passo a passo!

27 Fev

Olá pessoal!!!

Bem, passado o natal, o ano novo, o carnaval e já vencida a etapa das matrículas escolares, uniforme, material, pagamento de IPTU e IPVA (UFA), temos agora o acerto com o leão. Assim, sairemos um pouco da rotina de nosso blog e vamos apresentar a vocês de forma prática os caminhos para a apresentação da Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda da Pessoa Física- o tão famoso IRPF. Bem, primeira coisa a saber: Está sujeito(a) a apresentação de tal declaração?

Se você é uma pessoa física residente no Brasil que recebeu, em 2012, rendimentos tributáveis de até R$ 24.556,65 e não se enquadrar em nenhuma outra condição de obrigatoriedade, não precisa apresentar a declaração. Receita com atividade rural – Fica obrigado a apresentar a declaração em 2013, o contribuinte que obteve, em 2012, receita bruta em valor superior a R$ 122.783,25.

Prazo: as pessoas físicas que são obrigadas devem apresentar a declaração no período de 1º de março até 30 de abril de 2013.

Formas de entrega:

Internet: a partir de um computador conectado à internet e com o programa Receitanet instalado. O serviço é gratuito.

Horário de transmissão: durante todo o dia, exceto no período de 1h às 5h da manhã (horário de Brasília). No último dia, a recepção termina às 23h59mim59s (horário de Brasília).

Disquete: deve ser apresentado nas agências do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal, localizadas no Brasil. O serviço é gratuito.

Horário de apresentação: no horário de atendimento das agências.

Chegou à conclusão de que é obrigada(o) a apresentar a declaração? Calma, vamos ajudá-la (o).

1- Separe todos os seus documentos: contracheques, recibos de pagamentos (médicos, escolas, profissionais liberais etc), contratos de compra e venda, extratos bancários (conta corrente, poupança e aplicações financeiras), além dos documentos de identificação (RG, CPF e Título de eleitor)

2- Agora, baixe o programa no site da Receita Federal. Não se preocupe, também é fácil fazer isso. Acesse: http://www.receita.fazenda.gov.br/PessoaFisica/IRPF/2013/declaracao/download-programas.htm

Image

  • Selecione o sistema operacional
  • Baixe o programa IPRF 2013
  • Se na sua máquina não tiver o Java na versão 1.6.0 ou superior, baixe e o execute também.

Observe que logo abaixo do link para o download do programa estão disponíveis as instruções de instalação.

3- Agora que você já tem o programa instalado e a documentação, é só ir inserindo as informações na ordem requisitada pelo sistema. Se é a primeira vez que vai declarar acione “Criar nova Declaração”, se já declarou o ano passado acione “Importar dados IRPF 2012”.

Endereço para consultar se tiver dúvidas na forma de preenchimento: http://www.receita.fazenda.gov.br/PessoaFisica/IRPF/2013/declaracao/preenchimento.htm

Algumas novidades para este ano:

Deduções

O limite anual de dedução por dependente passou a ser de R$ 1.974,72 .
O limite anual de dedução de despesas com educação passou para R$ 3.091,35 .
Na forma de tributação utilizando o desconto de 20% do valor dos rendimentos tributáveis na declaração (desconto simplificado), a dedução está limitada a R$ 14.542,60.

Doações – Estatuto da Criança e do Adolescente

A pessoa física pode optar pela dedução na Declaração de Ajuste Anual das doações aos fundos controlados pelos Conselhos Nacional, Distrital, estaduais e municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente  devidamente comprovadas, mediante a indicação do fundo a ser beneficiado na própria declaração, desde que limitadas a 3% (três por cento) do imposto devido, observado o limite global de 6% (seis por cento) do imposto devido para as deduções de incentivo, inclusive aquela relativa aos Fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente para doações realizadas no curso do ano-calendário de 2012.

Doações – Pronas e Pronon

A pessoa física pode optar pela dedução na Declaração de Ajuste Anual das doações, devidamente comprovadas, ao Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência (Pronas/PCD) e ao Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon) efetuadas no curso do ano-calendário de 2012, observado o limite individual de 1% (um por cento) do imposto devido.

Obrigatoriedade do uso de certificado digital

A pessoa física que, no ano-calendário de 2012, recebeu rendimentos isentos e não tributáveis, cuja soma tenha sido superior a R$ 10 milhões, rendimentos tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 10 milhões, realizou pagamentos de rendimentos a pessoas jurídicas, quando constituam dedução na declaração, ou a pessoas físicas, quando constituam, ou não, dedução na declaração, cuja soma tenha sido superior a R$ 10 milhões, em cada caso ou no total, está obrigado a utilizar o certificado digital na transmissão da declaração.

(informações extraídas do site da RFB)

 Apresentação de declaração em atraso:

As pessoas físicas que são obrigadas a apresentar a declaração e que o fizerem após 30 de abril de 2013 deverão pagar uma multa pelo atraso na entrega. Não há cobrança de multa no caso de não obrigatoriedade de apresentação.

Saiba mais sobre a multa por atraso na entrega de declaração em http://www.receita.fazenda.gov.br/PessoaFisica/IRPF/2013/declaracao/multa-atraso-entrega.htm

4- Inseriu todas as informações? Já observou se terá imposto a pagar ou a restituir? Agora é o momento de transmitir os dados para RFB.

Para transmitir a declaração:

  • O computador deve estar conectado à internet;
  • A declaração deve ser gravada para a apresentação (no Programa IRPF 2013, utilize a opção ” Declaração…Gravar Declaração para Entrega à RFB “).
  • O programa Receitanet deve estar instalado. Ele está disponível no mesmo endereço do programa do IRPF, bem do lado.

Image

Os ícones de atalho é criado automaticamente na sua área de trabalho, assim:

Image

Obs:

  • O serviço de recepção de declarações não funciona no período entre 1h e 5h da manhã (horário de Brasília). Faça a transmissão em outro horário.
  • Não é possível fazer a transmissão da declaração diretamente a partir da cópia de segurança. É preciso restaurar a cópia de segurança antes de transmiti-la.
  • Se não conseguir transmitir, grave a declaração em mídia removível (pen drive, disco rígido externo etc.) e tente em outro computador.
  • Até o dia 30 de abril de 2013, também é possível apresentar em disquete nas agências do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal, localizadas no Brasil, durante o horário de expediente bancário.

O sistema além de ser simples e intuitivo, você conta com o site da RFB onde pode encontrar respostas para muitas dúvidas. Acessar http://www.receita.fazenda.gov.br/, logo na pagina inicial você tem:

 Image

Se sua dúvida não for sanada acessando o link “Perguntão”, mande-nos sua pergunta. E com celeridade te enviaremos a resposta. Caso necessite de sigilo para a resposta, mencione seu e-mail para onde enviaremos a resposta.

Boa sorte com a sua declaração!

beijos

Sami

 

 

Anúncios

7 Respostas to “Fazendo a declaração do Imposto de Renda, passo a passo!”

  1. Muna 27 de Fevereiro de 2013 às 8:17 AM #

    Bem completinho!! Gostei :)! Ficou mais facil assim!

  2. Re 27 de Fevereiro de 2013 às 6:53 PM #

    uauu Sami!!!
    Vou falar pro maridon que se ele tiver duvida, só fazer um disksami!!!
    Beijoss

    • Sâmia Jantsk 27 de Fevereiro de 2013 às 7:17 PM #

      hhahhaahah
      isso aê Rê! é nóis!!! 😉

      • Re 27 de Fevereiro de 2013 às 9:20 PM #

        🙂

  3. orlando lamim 15 de Abril de 2013 às 11:16 AM #

    como importar os dados do IRPF ? O que tenho que apresentar no momento de importar ?

    • Sâmia Jantsk 15 de Abril de 2013 às 8:07 PM #

      Independente do que vc esteja querendo fazer, vamos aos dois casos:

      1) Importando os dados diretamente da base da RFB:

      Este serviço possibilita ao contribuinte certificado recuperar cópia do arquivo de declaração transmitida à RFB, via Receitanet, dos últimos anos dos impostos IRPF, IRRF, ITR e IRPJ e da DCTF. As pessoas físicas possuidoras de certificado digital poderão obter cópia de suas declarações de IRPF, Dirf e de ITR.
      Ao utilizar este serviço, o contribuinte poderá importar os dados da declaração recuperada, através do respectivo Programa Gerador da Declaração, que dessa forma poderá ser impressa ou mesmo servir de base para a elaboração de uma declaração retificadora, caso necessário.
      Mas lembre-se, vc precisa ter o Certificado Digital.
      2) Para importar os dados do ano anterior, que está em seu PC, com o programa do ano de 2013 aberto, acesse o menu declaração/importar dados da declaração de 2012, escolha o tipo de declaração que deseja fazer/OK/e aponte para a pasta onde vc gravou o ano passado a sua declaração.

  4. Sâmia Jantsk 15 de Abril de 2013 às 7:39 PM #

    Vc quer importar os seus dados da base da RFB ou quer fazer a importação da sua declaração do aplicativo do ano anterior que provavelmente ja esta em seu pc?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: